Entrevista | Budhi

Lembro-me da primeira vez que vi Budhi. Foi há tempo suficiente para se tornar numa memória difusa, mas na verdade é que ainda se encontra viva no meu cérebro. Não sei precisar o dia, nem o mês, nem sequer o ano, mas consigo precisar que o som, daqueles rapazes de São João da Madeira, foi suficientemente perturbador, no bom sentido, para que me ficasse na memória. Na altura, eu ouvia música com regras e os Budhi mostraram-me que somos nós que definimos as regras da música.

Apesar de terem estado ativos apenas uma década, foi uma década bem vivida, com concertos marcantes e uma discografia que se resume a três discos “mais um”, o álbum de estreia Pos-Rev editado em 2001, o EP homónimo de 2004 e o álbum Koan de 2007. O “mais um” é o disco que ficou suspenso aquando do fim da banda.

Para nossa satisfação, ao longo das últimas semanas os Budhi têm estado a dar-nos esse disco, uma música por semana. Já disponibilizaram quatro temas, faltam ainda dois e, talvez, outras coisas mais. Na conversa que se segue, fala-se do passado, do presente e, claro, do futuro da música e dos Budhi.

Jorge Resende

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s